Crazy Jack: aventura e ficção ao melhor estilo dos anos 80.

January 15, 2020

Crazy Jack - A Saga do Fantasma é o quadrinho argentino que a Tai Editora está trazendo ao Brasil. Criado por Manuel Morini e Rubén Meriggi, Crazy Jack foi um dos principais personagens da Editorial Columba, uma das maiores editoras de quadrinhos que já existiu na Argentina.

 Arte de Alfredo De La Maria para uma das capas da Editorial Columba.

 

Crazy Jack surgiu em 1985, nas páginas da revista D'Artagnan, uma das várias publicações de ação e aventura da Editorial Columba. Sempre produzido por seu criadores originais, suas aventuras duraram até o final de 1998, quando Rubén Meriggi deixou a editora.

 Manuel Morini, roteirista da série, usava na época o pseudônimo Gustavo Amézaga, que na verdade era os seus dois nomes do meio. Ele foi criador de outros personagens como Stalker, Krhysé, Shat e outros, além de roteirizar várias outras séries da Columba como Nippur de Lagash, Dago, Sandokan e inúmeras hq's unitárias e adaptações de filmes.

 Rubén Meriggi, que desenhou todos os episódios de Crazy Jack, foi um dos grandes desenhista de quadrinhos que já surgiram na Argentina. Com inúmeras contribuições pela Editorial Columba, Meriggi se firmou como um dos mais prolíficos artistas de toda a América Latina. Por suas mãos passaram Wolf, Blood Town, Almanzor, Cyborg e muitos outros. Meriggi também chegou a desenhar Conan, para a Dark Horse.

 

CRAZY JACK, A SÉRIE.

 

A primeira fase de Crazy Jack remete aos clássicos filmes de ação e ficção dos anos 80, como Mad Max (que a dupla Morini e Meriggi adaptou em quadrinhos para um especial), Crepúsculo de Aço, Blade Runner, etc.

Esta fase inicia na Terra, em um futuro apocalíptico onde os recursos naturais estão escassos e a elite dominante da humanidade comanda da sua sede no planeta Marte. Na terra, sobraram os mais fracos, pobres, bandidos e renegados. Crazy Jack é Jack Robinson, um ex-soldade que virou mercenário e tem como principal objetivo chegar a Marte. Mas, para isso, precisa conseguir sobreviver em meio ao caos e adquirir os meios para realizar a sua jornada.

 

Na segunda fase da série, Jack já deixou a Terra e vende suas habilidades em meio a uma guerra anunciada entre a cúpula de humanos em Marte e a inteligência artificial, que comanda um exército de androides em Plutão.

Crazy Jack - A Saga do Fantasma, o álbum que a Tai Editora está trazendo ao Brasil é um arco fechado dentro da premissa da segunda fase da série. Publicado na Argentina  dentro da revista D'Artagnan e depois lançado em formato de mini-série com 04 capítulos. 

 

 O fantasma é na verdade o general Robinson, pai de Crazy Jack, que havia sido morto 20 anos antes em Plutão. Porém, os registros oficiais apontavam o general Robinson como um traidor. 

A morte em Plutão, por algum motivo, não permitiu que o espírito do general desaparecesse. Ele então procura a única pessoa capaz de ajudá-lo na sua cruzada para limpar a sua honra e revelar toda a verdade entorno de sua morte. Seu filho, Crazy Jack.

 

A edição Crazy Jack - A Saga do Fantasma, da Tai Editora, traz os quatro capítulos do arco e, como material bônus, a edição ainda traz a última aventura de Crazy Jack feita por Rubén Meriggi, falecido em novembro de 2018.

 

Descubra mais você também sobre Crazy Jack neste incrível vídeo que a Tai preparou.
👇👇👇👇👇👇👇
https://www.youtube.com/watch?v=1fFL4q8KWLM

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Cazador na linha de frente

September 18, 2020

1/10
Please reload

Posts Recentes

September 18, 2020

April 23, 2020

Please reload

Arquivo